Como não amar Santa Teresa?

IMG_1968 IMG_1933 IMG_1924 IMG_2112IMG_2098IMG_1977IMG_2085 IMG_2077 IMG_2069 IMG_2064 IMG_2054 IMG_2051IMG_2201IMG_2235IMG_2220IMG_2277IMG_2323IMG_2340IMG_2352IMG_2512IMG_2500IMG_2525IMG_2533

Celebrando a vida

IMG_9970IMG_9866IMG_9975IMG_9968IMG_9954IMG_9915IMG_9916IMG_9906IMG_0103IMG_9911IMG_9894IMG_9886IMG_0045IMG_0049IMG_0118IMG_0070IMG_0074IMG_0084pernasIMG_9877IMG_0098IMG_0108IMG_0116IMG_0121IMG_0155IMG_0171IMG_0200IMG_0202IMG_0214IMG_0226IMG_0249IMG_0290IMG_0294IMG_0300IMG_0305IMG_0314IMG_0325IMG_0345IMG_0359IMG_0380IMG_0436IMG_0466IMG_0336IMG_0482IMG_0510IMG_0533IMG_0514IMG_0583IMG_0623IMG_0632IMG_0654IMG_0656IMG_0558IMG_0689IMG_0694IMG_0702IMG_0769IMG_0789IMG_0765

Nas praias do Báltico

Há coisas na vida que fazemos, lugares por onde passamos, em que não encontramos muito sentido a não ser conhecer as pessoas. Aquelas pessoas incríveis, generosas, divertidas com quais nos identificamos e que acabam fazendo parte das nossas vidas e nós sabemos que é para sempre. Amigos, seres compreensíveis que, apesar de serem tão especiais, nos acham o máximo. Como é possível? O riso deles faz falta, a angústia doe; seus mais próximos tornam-se nossos queridos. O tempo passado juntos voa, especialmente quando é escasso. E na memória ficam as conversas, as contemplações, areia no cabelo, o vento assobiando no ouvido, os cafés turcos, as panquecas doces e os abraços.

Dorka & cia

Safári na banheira

Essa garotinha conhecemos com poucos dias de vida. Naquela época, com todas as armas de um recém-nascido, ela pronunciava decidido “não” à vida de modelo. Mas não há pedra que não amoleça ;) Com um aninho de vida, ela se entregou por completo e até a porta do seu banheiro abriu para a gente!

IMG_2982

 

Helena

Uma manhã com a Verena

Os dias chuvosos e frios que nem o de hoje pedem uma dose especial de calor humano, diversão e… um bolinho quente. Para isso, nada melhor que o ensaio de uma bebê fofíssima e cheia de personalidade na companhia de seus queridos pais. A independência que a Verena tem dentro de casa é uma coisa incrível. Ela não para e penetra todos os cômodos numa velocidade de luz. E todas as brincadeiras e descobertas são acompanhadas de uma capacidade de expressão ímpar para uma bebê de um aninho só. Espero que as fotos aquecam o coração de vocês e deixem um sorriso no rosto. O bolinho fica por conta de cada um ;)verena maria